Previous Next

O Curso de Atualização de Magistrados (CAM) sobre Infância e Juventude, realizado nesta nesta semana na Escola da AJURIS, marcou o pré-lançamento da campanha Deixe o amor te surpreender, do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ/RS), que tem como objetivo o incentivo à adoção de difícil colocação, que são os casos de crianças com idade superior a cinco anos ou mais, com irmãos, deficiências físicas ou mentais, ou portadores de doenças como HIV.

Na abertura do evento foi apresentado um vídeo institucional explicando o projeto e exibido o clipe "São as flores", da banda Aukera, que conta uma história real de adoção. Conforme a coordenadora do projeto, juíza-corregedora Andréa Rezende Russo, a campanha deve ser lançada oficialmente em outubro: "Queremos chamar a atenção da sociedade para essas situação", afirmou. No Rio Grande do Sul, o cadastro de adoção conta com 625 crianças aptas e 5.560 pessoas adotantes que, no entanto, priorizam, geralmente, recém-nascidos e crianças fora do perfil de difícil colocação.

Com atuação na área de Infância e Juventude há mais de 20 anos, a vice-presidente Administrativa da AJURIS, Vera Lúcia Deboni, compôs a mesa de abertura do evento e saudou a iniciativa. "Toda a ação que busque quebrar tabus e conscientizar sobre a adoção é importante, mas precisamos continuar analisando esses processos com cautela para ampliar as chances do processo ser bem sucedido", afirmou.

A mesa de abertura do evento foi composta também pelo presidente do TJ/RS, desembargador Luiz Felipe Silveira Difini; a corregedora-geral de Justiça, desembargadora Iris Helena Medeiros Nogueira; o diretor da Escola da AJURIS, desembargador Cláudio Luís Martinewski; e o diretor do Foro Central de Porto Alegre, Dr. Amadeo Henrique Ramella Buttelli.

Fonte: Imprensa AJURIS

O Núcleo de Estudos de Direito, Saúde e Bioética  da Escola Superior da Magistratura da AJURIS, firmou um convênio com o Tribunal de Justiça do Estado, o qual tem como objeto prestar consultoria na área de Saúde e Bioética, para fins de auxílio à jurisdição e às demandas administrativas que envolvam questões relativas à saúde e à bioética, consistentes em indicação bibliográfica, consulta de jurisprudência e emissão de pareceres.

Previous Next

A Escola da AJURIS e a Justiça Militar do Estado do Rio Grande do Sul inauguraram o Núcleo de Estudos em Direito Militar. O evento ocorreu no auditório da ESM nesta quinta-feira (23) e contou com uma aula magna do doutrinador Jorge Cesar de Assis, que abordou o tema "Lei Maria da Penha e a aplicação de seus institutos protetivos ao Direito Militar".

Previous Next

A abertura do evento contou com a presença do presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul (TJRS), desembargador Luiz Felipe Silveira Difini, do 3º Vice-presidente do TJRS, Desembargador Paulo Roberto Lessa Franz, do Presidente da AJURIS, Dr. Gilberto Schäfer e da Vice-Presidente Administrativa da Associação, Dra. Vera Lúcia Deboni, da Corregedora-Geral de Justiça, Desembargadora Iris Helena Medeiros Nogueira, do Diretor da ESM, Desembargador Cláudio Luís Martinewski e da Vice-Diretora, Dra. Rosana Broglio Garbin. O Diretor do Foro Central de Porto Alegre, Dr. Amadeo Henrique Ramella Buttelli, também esteve presente.

Informamos que estão encerradas as inscrições para a abertura do Núcleo de Direito Militar, que ocorrerá no dia 23 de junho, a partir das 14h, com uma aula magna sobre A Aplicação da Lei 11.340 (Maria da Penha) na Justiça Militar, com o professor Jorge César de Assis, no mini auditório da ESM.

Mais informações poderão ser obtidas pelo telefone (51) 3284 9000 ou pelo email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

09/07/2020

A gestão inovadora e as novas ferramentas dos Juizados Especiais

  As peculiaridades que marcam o sistema dos juizados especiais e a visão de uma gestão inovadora, em consonância com as novas ferramentas tecnológicas à disposição do magistrado, são os principais temas do Curso de Atualização para Magistrados (CAM) que teve início na última quarta-feira (8/7) na Escola da Magistratura da AJURIS. O CAM será dividido em três módulos, que vão tratar

22/06/2020

Webnário discute as relações de Direito Privado em tempo de pandemia

  A Pandemia e o Regime Jurídico Emergencial: Lei 14.010/2020 foi o tema do webnário promovido pela Escola da Magistratura da AJURIS no final da tarde da última sexta-feira (19/6) em plataforma virtual. A lei estabelece no país normas de caráter transitório e emergencial para a regulação de relações jurídicas de Direito Privado em virtude da pandemia do coronavírus. Os trabalhos foram

19/06/2020

Escola da Magistratura promove CAM sobre Direito da Família

Em uma solenidade virtual, foi aberto na tarde da última quarta-feira (17/6) a edição do Curso de Atualização para Magistrados (CAM) sobre Direito de Família, promovido pela Escola da Magistratura da AJURIS. O CAM, com a participação de 40 magistrados e coordenado pela juíza Rosana Garbin, será dividido em quatro módulos até o dia 21 de julho. O primeiro vai

07/05/2020

CAM sobre Direitos Fundamentais aborda liberdade de religião, reunião e manifestação

Tem início nessa sexta-feira (8/5) o segundo módulo do primeiro Curso de Atualização para Magistrados (CAM) de 2020, promovido pela Escola da Magistratura da AJURIS. Nesta edição, o CAM trata dos Direitos Fundamentais - O Juiz e os Desafios das Liberdades Comunicativas Numa Ordem Democrática. No segundo módulo, o tema será a liberdade religiosa, de reunião e de manifestação, com

07/05/2020

Recordações sobre Ruy Rosado de Aguiar Júnior

O texto abaixo foi publicado pelo site Espaço Vital no dia 5 de maio de 2020 em homenagem ao ministro Ruy Rosado de Aguiar Júnior, diretor da Escola da Magistratura na gestão 1986-87. O ministro faleceu em agosto do ano passado e foi homenageado com a criação do Espaço Ruy Rosado de Aguiar Júnior no hall de entrada do prédio. A

23/04/2020

Escola da AJURIS faz doações para cinco entidades

A direção da Escola da AJURIS entregou nesta quinta-feira (23/4) a cinco entidades assistenciais material comprado com o valor arrecadado com as matrículas do curso Covid-19 Medidas de Contenção da Pandemia e Suas Repercussões Jurídicas. Promovido pela Escola, o curso é oferecido em modalidade EAD e tem 47 alunos. Com o valor arrecadado, foram compradas caixas de alvejante, luvas, máscaras de